INFORMATIVO TÉCNICO 001/2020

Autor: Amarildo Francisquini Junior

Publicado em: 20 DE JULHO DE 2020

O capim Miyagui é cultivar desenvolvido pela ANPROSEM(Associação Nacional de Produtores de Sementes de Gramíneas, Leguminosas e Forrageiras), com o intuito de trazer aos pecuaristas um material que fosse superior em produção de matéria seca, qualidade nutricional e rápida rebrota em relação aos já existentes no mercado.

Trata-se de planta cespitosa de crescimento ereto, de ciclo perene, porte médio a alto(até 2,50 m de altura), com intenso perfilhamento basal, o colmo apresenta cerosidade, as folhas são de coloração verde escura, podem atingir 120 cm de comprimento e 5 cm de largura.

A grande produção de forragem do capim Miyagui ocorre devido a sua rápida rebrota, menor distância entre nós e principalmente as suas folhas largas e compridas.

 Foi realizado um experimento comparativo da cultivar Miyagui com mais duas cultivares de Panicum, durante os anos 2018 e 2019. O experimento foi conduzido pela empresa Suporte Agro, na área experimental do campus II da Universidade do Oeste Paulista – UNOESTE. No resultado do experimento a cultivar Miyagui foi a que melhor se destacou e teve ótimos resultados, devido a sua capacidade na produção de matéria seca(MS), comparado as demais cultivares, conforme o quadro.

 

DEPOIMENTO DE PRODUTOR

Eu indico para o pecuarista porque ele é um capim que tem uma boa proteína um bom rebrote ele cresce rápido. É um capim que engorda muito o boi, muito mesmo. E a diferença dele para o Mombaça. O Mombaça tem muito mais talo do que o Miyagui, o Miyagui é um capim que não tem talo é mais palatável.Nós fizemos aqui um experimento comparando os cultivares Miyagui, Mombaça, MG5, Marandu e Massai na engorda dos animais. O Miyagui está em primeiro lugar, em segundo o Mombaça, terceiro MG5, quarto Marandú, quinto o Massai”.

NETO, V. R. A, pecuarista, Primavera do Leste/MT(2019).